DISTONIA E ESPASTICIDADE

(paralisia cerebral, AVC, trauma raquimedular).

Cuidar pode aumentar muito a qualidade de vida do paciente e do cuidador.

Veja abaixo cuidados e dicas especiais que podem trazer benefícios, facilitando a rotina e estimulando a evolução do tratamento.

FISIATRIA

Agende uma consulta

Dúvidas frequentes sobre

tratamento da Paralisia Cerebral

Envie sua dúvida

Se você possui uma dúvida sobre o assunto, preencha o formulário e mande para nós, se preferir nosso e-mail é agendamento@institutobemestar.com.br

Fisiatria

Informações sobre essa especialidade médica

O médico fisiatra é o mais indicado para uma visão clínica adequada na avaliação da incapacidade física e necessidades de funcionalidades do movimento.

 

Esta especialidade médica estuda e trata uma grande variedade de condições médicas que afetam o cérebro, medula espinhal, nervos, articulações, ligamentos, músculos e tendões.

 

Tem atuação mais concentrada nos tratamentos para espasticidade e distonias (como: paralisia cerebral, AVC e trauma raquimedular, síndrome do escrivão, entre outros).

 

Aqui no Instituto Bem-Estar, nossa equipe de fisiatras também tem uma capacitação no tratamento com toxina botulínica para o tratamento da distonia e espasticidade.

Distonia e Espasticidade:

Tratar possibilita bem-estar do paciente e ajuda o cuidador no dia a dia.

Duas questões comuns na vida de quem tem Paralisia Cerebral ou AVC ou Trauma Raquimedular: distonia e espasticidade, que aqui no Instituto Bem-Estar, são tratadas por nossa equipe de fisiatras.

 

A DISTONIA é um movimento involuntário dos músculos que pode acarretar dor, em muitas situações podendo gerar limitações de atividades e movimentos básicos. A aplicação da toxina botulínica, ajuda reduzir esses movimentos involuntários, buscando chegar o mais próximo possível da situação normal da função muscular.

 

Ao realizar movimentos, antes impossibilitados, ajuda muito nos cuidados, como: higienização, locomoção, alimentação, vestir-se, facilitando muito o dia a dia do paciente e cuidador.

Tratamento com Toxina Botulínica

É um procedimento muito seguro, que impulsiona bastante o desenvolvimento de pacientes com distonia e/ou espasticidade (como paralisia cerebral, AVC e trauma raquimedular, síndrome do escrivão, entre outros).

 

Por meio de aplicações com a substância, a distonia e/ou a espasticidade é amenizada, o que facilita a realização de tarefas cotidianas. Esse tipo de tratamento é um grande coadjuvante para apoiar o paciente e cuidador, pois ao se sentirem mais seguros quanto aos movimentos, passam a realizar melhor diversas atividades (higienização, deslocamento, troca de roupas, alimentar-se, entre outras).

 

Aqui no Instituto Bem-Estar as avaliações de toxina botulínica nas diversas possibilidades de tratamento estão concentradas nas especialidades de fisiatria e neurologia.

Principais benefícios em tratar com Toxina Botulínica:

Nossa equipe médica de fisiatras e neurologistas, listou os benefícios mais percebidos e comentados pelos pacientes, sendo

  • Proporciona relaxamento muscular, o que tende a aliviar a dor que em geral os pacientes espásticos sentem.

 

  • Melhora a neuroplasticidade pois estimula a capacidade adaptativa cerebral o que facilita a resolução da lesão melhorando a funcionalidade.

 

  • Relaxamento muscular, melhora do arco de movimentação proporcionando alcance de objetos; apoio sentado e em pé; facilitação de movimento e no uso de órteses

 

  • Proporciona ganho de força, melhorando consumo de energia para as atividades motoras, melhora a marcha e postura, facilitando o condicionamento físico do paciente.

 

  • Melhora da autoestima e assim incentiva a socialização e em muitos casos melhora a depressão do paciente.
  • Diminuição da movimentação involuntária e assim melhora atividades diárias.

 

  • Alivia a dor e assim melhora a qualidade de vida, pois uma vida com dor é cruel. O paciente sem dor tem a possibilidade de uma vivência social ativa e produtiva.

 

  • Com menos dor o paciente passa ficar mais bem-humorado, evitando ou até diminuindo casos de depressão, permitindo melhor convívio social e familiar.

 

  • Em alguns casos, a redução da dor intensa minimiza o risco de suicídio.

 

  • Sem dor, o movimento fica facilitado, em alguns casos permitindo maior independência ou semi dependência, diminuindo a carga do cuidador.

Saiba mais sobre aplicação da toxina botulínica nesta página.

Como ter mais qualidade de vida com a Paralisia Cerebral

Diagnóstico não é destino. Nós do Instituto Bem Estar acreditamos que o tratamento pode melhorar consideravelmente a vida de quem tem Paralisia Cerebral. Tudo começa com boa informação e um tratamento de ponta, que devolva a qualidade de vida e torne possível que o paciente evolua, ganhando um pouco  mais de independência. Com uma equipe multidisciplinar, as orientações adequadas, os medicamentos certos e aplicações de Toxina Botulínica para relaxar a musculatura, é natural que muitos problemas sejam amenizados e ele tenha uma rotina mais feliz, como merece.

Nossas especialidades para tratamentos com toxina botulínica:

Fisiatria: tratamentos realizados para espasticidade e distonias (paralisia cerebral, AVC e trauma raquimedular, entre outros).

 

Neurologia: principal tratamento que realizamos com toxina botulínica na neurologia é a cefaleia (dor de cabeça; enxaqueca). Saiba mais sobre enxaqueca acessando nossa página.

Conheça nossos médicos

Dr. Marcos kenji

Neurologista

CRM-SP 101.235

Médico neurologista, com ampla experiência em tratamento de dores crônicas. Graduado em Medicina com especialização em terapia intensiva no hospital Albert Einstein e especialização em neurologia pela Universidade de Santo Amaro. Possui certificação para aplicação de Botox® (toxina botulínica) para tratamento em diferentes indicações. Participou dos últimos congressos relacionados ao tema no Brasil, Estados Unidos e Europa.

Dr. Maurício Almoster

Pediatra

CRM 101.238

Médico pediatra, graduado em medicina e especializado em Pediatria e Nefrologia  pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Especialista em pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Certificado para aplicação de Botox® (toxina botulínica) e bloqueio neuro muscular para espasticidade  e distonia pelo Instituto de Medicina Física e Reabilitação da USP, com experiência em pacientes com espasticidade e paralisia cerebral. Participou dos ultimos congressos de medicina fisica e reabilitação no Brasil e em paralisia cerebral na Espanha.

Dr. Paulo Potiguara Novazzi

Fisiatra

CRM 87.828

Médico fisiatra (Faculdade de Medicina do ABC), especialista em clínica médica e medicina física e reabilitação, com área de atuação em terapia da dor músculo esquelética. Membro titulado da Associação Brasileira de Medicina Física. Médico colaborador da disciplina de fisiatria da Faculdade de Medicina da USP. Professor da pós graduação do curso de Medicina do Esporte e do Exercicio do Instituto BWS. Especialista em terapia por ondas de choque acústico. Membro da International Society of Physical and Reabilitation Medicine- ISPRM. Membro da Sociedade Brasileira de Terapia por Ondas de Choque Acústico –SBTOC.

Dra. Sandra Alamino

Fisiatra

CRM 141.133

Médica fisiatra, graduada em medicina pela Universidade Nove de Julho, com residência médica em Medicina Física e Reabilitação HC-FMUSP, foi Médica Assistente de Medicina Física e Reabilitação HC-FMUSP. Pós-graduação em Medicina Interdiciplinar da Dor HC-FMUSP. Pós-graduanda em medicina do esporte Instituto BWS. Especialização em avaliação e tratamento interdiciplinar da dor HC-FMUSP.

Dr. Wesley Silva

Neurologista

CRM 140.111

Médico neurologista, com ampla experiência em tratamento de dores crônicas, especialização em neurologia e distúrbios do movimento (parkinson, corea, distonias, espasmos) pela Faculdade de ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Possui certificação para aplicação de Botox® (toxina botulínica) para tratamento em diferentes indicações. Já atuou como professor na faculdade de medicina, mas hoje dedica-se aos atendimentos em consultório particular, mantendo atualizações constantes em congressos de neurologia, distúrbio do movimento, neuro-infectologia e neuro-muscular.

Conheça nossas publicações sobre o assunto:

Sinopse:

Estas publicações abordam como estes problemas afetam os pacientes, que muitas vezes não sabem o que fazer diante de tantas questões novas que surgem. Detalhamos as respostas com base na experiência clínica, na literatura científica e nas diretrizes dos órgãos de referência. Esperamos que você encontre nessa fonte tudo o que procura e, assim, faça escolhas seguras e conscientes, que tornem seu futuro mais saudável e feliz.

Tratar a espasticidade melhora a reabilitação

Sem o tratamento adequado a espasticidade compromete a reabilitação do paciente assim como sua mobilidade. Ao trata-la, há mais oportunidades de melhorar a independência e os movimentos relacionados à alimentação e a higiene do paciente. O tratamento também tem o objetivo de reduzir as dores, melhorar a qualidade do sono e minimizar a incidência de quadras depressivos.

 

No caso de idosos com espasticidade, ficam mais expostos a quedas e possíveis fraturas. Por isso o quanto antes o tratamento for iniciado, menores serão os riscos e também os gastos.

 

Quando a doença não é tratada e se torna crônica, a resposta às intervenções médicas, menos invasivas, tende a ser melhor.

Convênios credenciados para tratamento da espasticidade e distonia

Atendemos por planos de saúde que variam de acordo com cada especialidade. Informe-se sempre sobre os planos autorizados e suas coberturas para atendimento.

 

Central de Relacionamento:

11 4200 3175

Algumas seguradoras atendem com a modalidade por reembolso. Consulte nossa central de atendimento.

Instituto Bem Estar Serviços Médicos

Rua Dr. Carlos de Morais Barros, 450
 Vila Campesina - Osasco - SP

CEP 06023-000

Contato

Rua Dr. Carlos de Morais Barros, 450
Vila Campesina - Osasco/SP

CEP 06023 000

Agendar uma consulta

Responsável técnico:

Dr. Daniel M de Barros | CRM 100.674

Todos os direitos reservados ao Instituto Bem Estar

logo
logo
  • Melhora a neuroplasticidade, estimula a capacidade adaptativa cerebral o que facilita a resolução da lesão melhorando a funcionalidade.

 

  • Relaxamento muscular, melhora do arco de movimentação proporcionando alcance de objetos e facilitação de movimento.

 

  • Melhora da autoestima e assim incentiva a socialização e em muitos casos melhora a depressão do paciente, em alguns casos minimiza o risco de suicídio.

 

  • Alivia a dor e com menos dor o paciente passa ficar mais bem-humorado, evitando ou até diminuindo casos de depressão, permitindo melhor convívio social e familiar.

 

  • Em muitos casos a facilitação dos movimentos propicia maior independência do paciente, diminuindo a carga do cuidador.

Fisiatria: tratamentos realizados para espasticidade e distonias (paralisia cerebral, AVC e trauma raquimedular, entre outros).

 

Neurologia: principal tratamento que realizamos com toxina botulínica na neurologia é a cefaleia (dor de cabeça; enxaqueca). Saiba mais sobre enxaqueca acessando nossa página.

logo
logo